Online:

Já visitaram aqui: vezes Delegada de boteco.

44

  • O casamento tinha sido perfeito, a festa uma comédia. Thiago e Henrique tinham bebido todas e mais algumas, junto com os meus irmãos é claro, no final de tudo eu tive que leva-los pra casa, arrastando também as meninas que estavam todas chapadas.
  • - Amor, eu te amo – Henrique disse, estava com a voz mole e falava embolado.
  • - Também – Sorri dele e pra ele.
  • - Você também si ama? – Ele perguntou manhoso, já estava deitado na cama e dormiria naquele estado, eu não tinha forças pra arrastá-lo pro banheiro e dar um banho nele.
  • - Ahãm – Concordei gargalhando – Amor próprio é tudo.
  • - Você não me ama? – Ele choramingou.
  • - Claro que te amo – Dei um selinho nele e ele apagou.
  • Henrique era um cachaceiro de primeira, mas ele havia bebido além do que seu corpo pudesse agüentar, sorte dele era que iria ter uma semana de férias por conta da lua de mel do Juliano.
  • Eu o deixei ali e fui tomar um banho, depois fui olhar o céu e conversar com o meu bebê – Que eu ainda não sabia o sexo, embora já tivesse no tempo de saber.
  • - Éi – Cutuquei minha barriga – Você anda muito paradinho ultimamente viu bebê, pode mexer – Gargalhei e ele deu uma mexidinha bem leve, não tinha tamanho para mexer ainda. – Isso trem lindo da mamãe, eu te amo viu.
  • Era como se ele entendesse, me deitei na rede da varanda e fiquei olhando o céu.
  • - Bebê, como a vida dá voltas né? Até ontem eu não tinha nada, hoje tenho você, um emprego dos sonhos, meus irmãos, meu amor da minha vida seu pai né – Gargalhei enquanto passava a mão na barriga. – Dá até medo de perder isso tudo viu.
  • Respirei fundo e voltei pro quarto, decidi dormir e parar de pensar em bobagem. Deitei-me do lado do Henrique e peguei no sono.

VOLTEEEI CAMBADA, iae simbora de que? fic, short, chat?

Aviso pras lindezas quem lêem fic, short… Enfim. Eu vou viajar hj e só volto semana que vem e como posto somente na medida que escrevo não vai ter como postar (lá não tem sinal) pfvr, n abandonem e n me matem kkk. Eu ia terminar a short mas não consegui :( Enfim. É isso.

“Mas, moça, para de tentar entender o que você sente. Sentimento foi feito para ser sentido, e não para fazer sentido, entendeu?”
Cristian.  (via nevadores)
“Mas, moça, para de tentar entender o que você sente. Sentimento foi feito para ser sentido, e não para fazer sentido, entendeu?”
Cristian.  (via nevadores)
“E ela sentia falta dele todos os dias. Mas ainda assim escolhia o silêncio.”
O Diário de Elizabeth.   (via distinguindo-se)

theme por flyedd